A ideologia da gestão da diversidade

análise dos conteúdos das revistas Exame e Istoé Dinheiro

Autores

  • Roseane Andrelo Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP https://orcid.org/0000-0003-4390-4037
  • Leonardo Marques Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.31657/rcp.v7i13.658

Resumo

A atuação dos movimentos sociais no início da década de 1970 provocou, dentre outras coisas, uma transformação nas relações trabalhistas ao inserir, na realidade das organizações, funcionários pertencentes aos grupos subalternizados. Desse momento em diante, o setor administrativo viu-se afetado com a possibilidade iminente de um conflito, para controlar e evitar esse fenômeno iniciou-se uma estratégia chamada “gestão da diversidade”, que estabeleceu uma ideologia para lidar com as diferenças sociais no contexto organizacional. Nos anos seguintes, coube a atuação dos gestores, acadêmicos da área administrativa e a mídia especializada difundir os ideais da “gestão da diversidade”. A tarefa deste artigo é compreender como as revistas Exame e Istoé Dinheiro abordam o tema da diferença social nas organizações e quais são seus conteúdos ideológicos. Os resultados obtidos apontam para: 1) o vínculo entre gestão da diversidade e o retorno financeiro; 2) a fragilidade do termo diversidade; 3) a fixação de papéis entre as diferentes identidades; 4) o uso da comunicação como ferramenta de apoio.

Biografia do Autor

  • Roseane Andrelo, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

    Possui graduação em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994), mestrado em Comunicação Midiática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e doutorado em Educação Escolar, pela Unesp de Araraquara. Desenvolveu estágio na Université Paris III - Sorbonne Nouvelle, como bolsista da CAPES. É professora da graduação e da pós-graduação da Universidade Estadual Paulista, campus de Bauru. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Relações Públicas e Jornalismo, atuando principalmente nos seguintes temas: rádio, comunicação dirigida, comunicação educativa, educação corportiva, mídia-educação e educação às mídias.

  • Leonardo Marques, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

    Possui graduação em Relações Públicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2021) e atualmente cursa o mestrado do PPGCom, em Comunicação Midiática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Downloads

Publicado

27/10/2023

Como Citar

A ideologia da gestão da diversidade: análise dos conteúdos das revistas Exame e Istoé Dinheiro. (2023). PAULUS: Revista De Comunicação Da FAPCOM, 7(13). https://doi.org/10.31657/rcp.v7i13.658